Brasil

Brasil tem 2° maior número de ransomwares do mundo

O Brasil é o segundo país com maior número de ransomwares em todo o mundo. De acordo com o estudo “Smart Protection Network”, da Trend Micro, o país só perde para os Estados Unidos. No total, o Brasil representa mais de 10% das ameaças globais.

O relatório mostra que o Brasil aparece com 10,75% das ameaças globais, atrás apenas dos Estados Unidos, com 11,05%. Índia, Vietnã e México completam a lista das 5 nações com maior número de ameaças cibernéticas.

Brasil ocupa segunda posição de país com mais ameaças cibernéticas

“Quanto mais conectado está o mundo ao nosso redor, maior o número de ameaças. Os cibercriminosos utilizam desde técnicas clássicas, até novas tendências do mundo da tecnologia em busca de oportunidades rapidamente rentáveis e que sejam relativamente fáceis para aplicar o golpe”, disse o diretor técnico da Trend Micro no Brasil, Franzvitor Fiorim.

O ransomware WannaCry, por exemplo, ficou recentemente conhecido por exigir resgates em Bitcoin pelo “sequestro” de dados dos computadores das vítimas. Ele derrubou mais de 200 mil computadores em 150 países, incluindo sistemas de empresas e hospitais. A notícia revela que os usuários de criptomoedas devem redobrar sua atenção com segurança.

Ameaças por e-mail

O relatório também afirma que o Brasil é o terceiro colocado entre os países com o maior número de ameaças através de e-mails. Segundo a Trend Micro, mais de 2 bilhões de e-mails maliciosos foram identificados apenas em 2018. Um dos golpes é o Comprometimento de E-mail Empresarial (BEC na sigla em inglês), que cria consideráveis oportunidades para os cibercriminosos roubarem dinheiro e Bitcoins da vítima.

Nesses ataques, os cibercriminosos fingem que são um executivo de alto escalão e tentam enganar um funcionário (geralmente ligado ao departamento financeiro) para transferir fundos para a conta do atacante. Uma forma de evitar o golpe, é sempre confirmar o pedido por um método ou plataforma diferente.

Países com maiores ameaças por e-mail: Brasil ocupa a terceira colocação

“O que faz esse tipo de golpe tão eficiente é a engenharia social empregada. Os cibercriminosos criam um ataque detalhado, com e-mails incrivelmente realistas, que incluem os nomes dos alvos e podem ainda parecer vir de pessoas de dentro da própria empresa. Tudo para se aproveitar das fraquezas humanas”, explicou Fiorim.

Ameaças por URL maliciosas

Além disso, em relação à URLs maliciosas, o Brasil também aparece entre os 5 primeiros. Segundo a pesquisa, mais de 12 milhões de pessoas já foram afetadas. Sobre o número de URLs maliciosas, o Brasil está entre os 30 primeiros do ranking, com cerca de 813 mil endereços bloqueados pela Trend.

Ameaças por Malwares

O Brasil aparece com mais de 40 milhões de malwares detectados e está na sétima posição, entre os 10 países com o maior número de ameaças bloqueadas pela Trend Micro.

O Brasil também aparece entre os 20 países com o maior número de malwares bancários bloqueados pela companhia. Esse malware tem como alvo específico dados confidenciais de usuários de bancos e já foi responsável por, pelo menos, mais de 5 mil ocorrências do tipo.

Ameaças por aplicativos

O país também aparece na categoria de ameaças por aplicativos: Está entre os 15 primeiros, com mais de 55 mil apps maliciosos, em uma amostra de mais de 6 milhões de aplicativos. O especialista alerta que os usuários devem sempre investigar a legitimidade de um aplicativo para não baixar um app falso e cair em um golpe.

O especialista alerta que os usuários devem sempre investigar a legitimidade de um aplicativo, uma vez que tentam parecer o mais legítimo possível.

“É IMPORTANTE VERIFICAR AS AVALIAÇÕES DE OUTROS USUÁRIOS E SUSPEITAR SE HOUVE PRINCIPALMENTE PONTUAÇÕES MUITO POSITIVAS OU MUITO NEGATIVAS. PODE INDICAR QUE AS REVISÕES REAIS TEM CLASSIFICAÇÃO BAIXA, ENQUANTO BOTS ESTÃO DANDO A CLASSIFICAÇÃO MAIS ALTA POSSÍVEL.”

Em 2018, a Trend Micro bloqueou mais de 48 bilhões de ameaças em todo o mundo. O total global de ameaças de ransomware, contado de janeiro de 2016 a dezembro de 2018, é de 1,8 bilhão. A contagem de ransomwares é uma combinação de todos os arquivos, URLs e e-mails maliciosos encontrados pela Trend Micro.

ONDE COMPRAR  BITCOIN E CRIPTOMOEDAS:

Related posts

Brasil bate recorde de busca por “Bitcoin” no Google

Marcele Blanchart

Exchange Foxbit vence Banco do Brasil na Justiça

Marcele Blanchart

Presidente do Banco Central revela entusiasmo por blockchain

Marcele Blanchart

Empresa brasileira é proibida de fazer ofertas públicas de investimento

Marcele Blanchart

Atlético-PR encerra parceria com empresa criadora de seu token

Marcele Blanchart

Leave a Comment