CEO Exchange

CEO é preso por falsificar volume de exchange

O CEO da exchange sul-coreana Komid foi condenado à prisão por falsificar o volume de negócios e enganar investidores. De acordo com um relatório da CoinDesk Korea, o CEO da empresa, Hyunsuk Choi, recebeu uma sentença de três anos.

Choi fez uma série de contas falsas na exchange de criptomoedas em janeiro de 2018 e, usando um robô comercial, fez milhões de transações falsas com criptomoedas e ganhou créditos coreanos que na verdade não existiam. Choi também transferiu bitcoins da bolsa para uma carteira externa, disse a CoinDesk Korea.

O juiz do caso afirmou que: “Choi cometeu fraude por um número incontável de vítimas por um longo período de tempo … Além disso, ele responsabiliza as autoridades financeiras por não conseguir acompanhar melhor o setor”. Choi foi preso logo após a audiência.

Em abril, a polícia sul-coreana deteve quatro executivos de duas bolsas de criptomoedas por supostamente desfalque. Um dos questionados foi o CEO da Coinnest, enquanto as identidades dos outros executivos e da outra bolsa não foram divulgadas na época. Além de Choi, outro funcionário da Komid foi condenado à prisão, pegando dois anos de reclusão.

ONDE COMPRAR  BITCOIN E CRIPTOMOEDAS:

Related posts

Exchange Bitstamp recebe “BitLicense” de reguladores de Nova York

Marcele Blanchart

Coinbase PRO listará EOS, REP e MKR

Marcele Blanchart

CEO da Tron quer parceria com Ethereum em 2019

Marcele Blanchart

CEO da Coinbase diz quais fatores podem aumentar o uso de criptomoedas no mundo

Marcele Blanchart

Exchange Bithumb é roubada em US$ 13 milhões

Marcele Blanchart

Leave a Comment