Altcoin Bitcoin Exchange

Coreia do Norte roubou exchanges em mais de US$670 milhões, diz ONU

A Coreia do Norte planejou ataques hackers e roubou mais de US$670 milhões em moedas fiduciárias e criptoativos, disse o Conselho de Segurança da ONU. De acordo com o site Nikkei Asian Review, que diz ter tido acesso ao relatório do conselho, o país realizou ataques cibernéticos à companhias de diversos países entre 2015 e 2018 e utilizou a tecnologia de blockchain para cobrir seus rastros.

Segundo as estimativas, entre janeiro de 2017 e 2018, a Coreia do Norte roubou US$571 milhões de pelo menos cinco exchanges. Aparentemente os ataques foram realizados por uma unidade militar especializada que agora faz parte da administração do governo.

O relatório não nomeou as plataformas de negociação afetadas pelos ataques, mas a Coincheck, do Japão, perdeu US$530 milhões de NEM no início de 2018. Em setembro passado, a corretora Zaif, também do Japão, perdeu $60 milhões em um ataque. Acredita-se que há grandes chances dos hackers da Coreia de Norte terem feito isso.

Na Coreia do Sul, mais de 10 milhões de usuários da plataforma Interpark tiveram suas informações pessoais roubadas por hackers que pediram um resgate de US$2.7 milhões. O governo da Coreia do Sul acredita que os ataques foram feitos pelo país vizinho.

A Coreia do Norte está sob fortes sanções econômicas impostas pela ONU à pedido dos Estados Unidos. Acredita-se que o país esteja desenvolvendo um programa nuclear e o embargo procura combater isso. Como forma de sobrevivência e arrecadação de dinheiro, a Coreia do Norte tem recorrido aos crimes virtuais.

ONDE COMPRAR  BITCOIN E CRIPTOMOEDAS:

Related posts

Trailer de filme sobre bitcoins e lavagem de dinheiro é lançado

Marcele Blanchart

IBM lançará sua própria stablecoin

Marcele Blanchart

“Primavera das criptomoedas está chegando”, diz assessora da SEC

Marcele Blanchart

“Bitcoin é uma tecnologia e não uma oportunidade de negócios”, diz CEO da TRON

Marcele Blanchart

Ex-CEO da Mt.Gox é considerado culpado por manipulação de dados

Marcele Blanchart

Leave a Comment