Brasil

Empresário brasileiro confessa que roubou mais de US$750 mil

Marcos Eduardo Elias, fundador da Empiricus, empresa brasileira de investimento e análises financeiras (com um braço em criptomoedas), confessou ter cometido crime de conspiração contra instituições financeiras norte-americanas em uma fraude de mais de US$750 mil. Ele já está preso desde o ano passado e seu julgamento acontecerá dia 4 de abril.

Segundo a Infomoney, Elias teria se apropriado ilegalmente de mais de US$750 mil pertencentes a instituições financeiras dos Estados Unidos. Ele teria usado falsificações de documentos de clientes brasileiros e uma empresa de fachada no Panamá. Ele foi preso na Suiça e extraditado para os Estados Unidos.

Junto com Felipe Miranda, Rodolfo Amstalden e Caio Mesquita, Elias fundou a Empiricus em 2009, mas deixou a empresa em 2012. Posteriormente, ele chegou a processar a companhia em uma ação que pedia cerca de R$10 milhões (que foi extinta na justiça).

Atualmente, em seu perfil no Linkedin, Elias aparece como sócio da empresa de análise Modena Capital. Um dos sócios, no entanto, afirmou que a operação da empresa foi encerrada no início de 2018. A empresa Empiricus continua suas atividades normalmente, oferecendo opções de investimentos e pacotes de análises financeiras.

ONDE COMPRAR  BITCOIN E CRIPTOMOEDAS:

Related posts

Brasil bate recorde de busca por “Bitcoin” no Google

Marcele Blanchart

Exchange Foxbit vence Banco do Brasil na Justiça

Marcele Blanchart

Presidente do Banco Central revela entusiasmo por blockchain

Marcele Blanchart

Empresa brasileira é proibida de fazer ofertas públicas de investimento

Marcele Blanchart

Atlético-PR encerra parceria com empresa criadora de seu token

Marcele Blanchart

Leave a Comment