Exchange News

Ex-CEO da Mt.Gox é considerado culpado por manipulação de dados

Mark Karpeles, ex-CEO do que já foi a maior troca de bitcoins do mundo, a Mt.Gox, foi considerado culpado de produzir registros ilegais nessa sexta-feira (15). Apesar disso, ele foi inocentado de outras acusações e recebeu uma sentença suspensa, o que significa que provavelmente não terá que cumprir pena de prisão. O julgamento foi feito pelo Tribunal Distrital de Tóquio.

Segundo matéria do Wall Street Journal, Karpeles recebeu uma pena suspensa de dois anos e seis meses e deve manter um bom histórico nos próximos quatro anos para evitar a prisão. O veredito do tribunal aconteceu quase cinco anos depois da exchange Mt.Gox entrar com pedido de falência em abril de 2014, após alegar que foi hackeada por 850.000 bitcoins.

Segundo o relatório, os advogados de Karpeles escreveram em seu argumento final ao tribunal:

“Mt.Gox não entrou em colapso por causa do delito do réu [Karpeles]. Pelo contrário, o réu estava tentando o seu melhor a cada dia para evitar o seu colapso”.

Em dezembro, promotores japoneses pediram uma sentença de 10 anos por Karpeles por apropriação indébita, alegando que ele usou cerca de US$ 3 milhões em fundos de clientes para seu próprio uso pessoal.

Karpeles, por outro lado, reiterou sua inocência e se desculpou várias vezes ao longo dos anos. Ele disse uma vez: “Eu nunca imaginei que as coisas terminariam dessa maneira e estou sempre arrependido por tudo que aconteceu e todo o efeito que isso teve em todos os envolvidos”.

ONDE COMPRAR  BITCOIN E CRIPTOMOEDAS:

Related posts

Carteiras Electrum infectadas são mais de 152 mil

Marcele Blanchart

Campanha quer arrecadar US$1 milhão em criptomoedas para venezuelanos

Marcele Blanchart

Firefox agora tem ferramenta contra mineração compulsória

Marcele Blanchart

Exchange Bitstamp recebe “BitLicense” de reguladores de Nova York

Marcele Blanchart

Facebook quer investir US$1 bilhão em seu projeto cripto

Marcele Blanchart

Leave a Comment