Exchange

Exchange Bitstamp recebe “BitLicense” de reguladores de Nova York

A Bitstamp, uma das maiores bolsas de criptomoedas da Europa, acabou de receber a licença para operar em Nova York. O Departamento de Serviços Financeiros de Nova York (NYDFS) concedeu à Bitstamp a 19ª BitLicense nesta terça-feira (09), permitindo que a bolsa ofereça pares de bitcoin, litecoin, bitcoin cash, éter e XRP aos residentes do estado americano. A exchange solicitou pela primeira vez a licença em junho de 2015.

A bolsa estava entre o primeiro grupo de 22 candidatos para a licença, disse o CEO Nejc Kodrič em entrevista ao site CoinDesk. “Este ano nós somos o [quinto] que foi concedido, então eu acho que o ritmo está melhorando”, acrescentou. Embora o regulador tenha emitido apenas algumas licenças em seus primeiros anos, a concessão da licença parece estar “se tornando mais rotineira para eles”, disse Kodrič.

Até agora, em 2019, a corretora Tagomi, o aplicativo de negociação de ações Robinhood e os operadores de ATMs de bitcoin, Cottonwood Vending e LibertyX, receberam a cobiçada licença. Para chegar a este ponto, a Bitstamp e o NYDFS discutiram vários aspectos da operação da exchange, disse Kodrič, explicando:

“Havia questões em torno de como funciona o mecanismo de correspondência, como armazenamos criptomoedas, como [conduzimos] as auditorias. A licença é um conjunto de regras e procedimentos que você deve seguir diariamente, então, uma vez que você fizer isso, você pode [receber uma ‘BitLicença’]. Ele acrescentou dizendo que “a [BitLicense] não é muito diferente da nossa licença de serviços financeiros que temos na Europa”.

Agora a bolsa, que já oferece alguns serviços dentro dos Estados Unidos, está procurando expandir suas operações. Kodrič explicou que a empresa operava principalmente nos mercados europeus até hoje, mas tem sido “passiva” até agora nos Estados Unidos. Pata ele, a licença será fundamental para marcar presença no país.

“Nós estávamos fornecendo serviços nos [EUA] incluindo Nova York antes de existirem licenças por aí”, disse ele. “Temos muitos clientes dos Estados Unidos, mas planejamos nos tornar mais ativos”. A exchange quer crescer não apenas oferecendo os pares permitidos pelo regulador, mas principalmente por sua atividade fiat-cripto, marca registrada da empresa.

ONDE COMPRAR  BITCOIN E CRIPTOMOEDAS:

Related posts

Coinbase PRO listará EOS, REP e MKR

Marcele Blanchart

Exchange Bithumb é roubada em US$ 13 milhões

Marcele Blanchart

Exchange Bakkt é avaliada em US$740 milhões

Marcele Blanchart

Ex-CEO da Mt.Gox é considerado culpado por manipulação de dados

Marcele Blanchart

Sua Exchange vai enviar suas transações para a Receita Federal? CriptoQ 038

Rody Dio

Leave a Comment